Até mais ver: Eloim Essaim. Vaca~kun, vaca~kun! O que foi, sapo~kun¿

quinta-feira, novembro 01, 2007

Eloim Essaim. Vaca~kun, vaca~kun! O que foi, sapo~kun¿

Atualização da Semana
Dessa vez com uma piada leve...

O Viajante mais Ingênuo do Mundo!

Era uma vez, um ingênuo viajante que estava em uma jornada (Em busca de Algo). Só que ele era tão Ingênuo que era facilmente levado pelos outros. Um dia durante a sua passagem por um vilarejo...

“Oh, eu sou tão pobre e miserável...”

“Não tenho dinheiro para comprar sementes para o meu campo...”

“Minha irmãzinha está tão doente...”

E por ser tão ingênuo ele foi enganado pelos moradores de uma vila e deu todas as suas posses, dinheiro e até mesmo suas roupas para eles. Por ser uma pessoa tão simples, apenas um,

“Obrigado, você me salvou!”

vindo daquelas pessoas já lhe bastava. Ele sorria de volta para elas e dizia:

“Seja Feliz, Seja Feliz”

E dessa forma se deu, com aquelas pessoas criando cada vez mais histórias até tirarem tudo do viajante.

No fim ele que estava completamente desnudo, e com vergonha partiu e escondeu-se na floresta. Mas naquela floresta existiam demônios, que apreciavam carne humana (!!!), que não demoraram a bolar um plano para enganar o viajante.

“Ah, que fome eu tenho, não como faz tanto tempo!”

“O meu macaco de estimação está doente (!!!)”

“Por favor, ajude um pobre monstro, que quer se redimir de seus pecados!”

E é claro o viajante acreditou, então para ajudar ofereceu seus braços e suas pernas.

...

E no fim quando lhe restava somente a sua cabeça, ele deu seus olhos para o último dos demônios que ali passava. E Então o demônio lhe disse enquanto comia os seus olhos:

“Muito obrigado, pela sua generosidade comigo eu vou lhe dar isso de presente!”

E Colocou um pedaço de papel perto da cabeça do viajante, onde estava escrito:

“Otário!”

Naquele momento o viajante começou a derramar lágrimas pelos buracos onde ficavam seus olhos. E enquanto chorava dizia:

“Muito Obrigado! Muito Obrigado! Esta é a primeira vez que alguém me deu um presente, mesmo alguém como eu não merecendo, eu estou muito feliz hoje. Acredito que encontrei o que procurava”

O Monstro simplesmente o ignorou e saiu. E ali a cabeça do viajante foi deixada, onde morreu sozinho...

E Fim.

Bom, é isso
Até mais ver
Mr. Poneis

Ps.: Todo mundo sempre ri desta história...

Ps².: Adaptado livremente da obra de Natsuki Takaya
  • Facebook
  • Disqus
  • 2Blogger
comments powered by Disqus

2 Verdades

Virgulino disse... [responder]

Recentemente fiz uma pergunta ao Palilo, agora adaptarei a pergunta pra você: mr.poneis, quando é que você vai aprender a colocar títulos que façam sentido nos posts?!?

Até mais ver..

mr.poneis disse... [responder]

desculpe pos isso

o que eu posso dizer

apenas acreditem em mim

até mais ver
mr.Poneis