Até mais ver: Dezembro 2010

sexta-feira, dezembro 31, 2010

Subindo a montanha... sem fazer manha


Eu pessoalmente nunca joguei Skifree... mas ouvia falar tanto que quando li esta tira, várias coisas ressoaram aqui na minha caixola... Incrível foi ver a reação de todo mundo quando divulguei a tirinha mais cedo... certas coisas são únicas nesta vida...

até mais ver
mr.poneis

ps.: Achei que tinha visto no Ryotiras, mas revirei 115 páginas do blog e a tira não estava lá. Tem várias outras muito boas aliás... depois lembrei do Google e cheguei ao estou sem blog, que além de um post mais completo, tinha a fonte a tirinha (um site chamado xkcd) e um link para o jogo para aqueles que precisam jogar para crer...

ps2.: Acredito que o título do post foi bem disconexo...

Regra 63 - Para todo personagem da ficção existe uma versão de gênero oposto e vice e versa

Ou algo parecido com isso!

Resposta a este post aqui. Eu sabia que tinha esta imagem guardada... pena que desde aquela época até hoje, ainda desconheço o artista... Se alguém tiver alguma pista... seja bem vindo a comentar a respeito!

Até mais ver
mr.poneis

Ps.: Por falar a regra nº62 é: Nunca se leve tão a sério. Aprendi hoje...

Ps2(edit 10/abr/2011).: O mr.poneis realmente tem algo por garotas de armadura!

Ps3(edit 24/abr/2011).: Mais regra 63 aqui & aqui

Ps4(edit 24/abr/2011).: Mensagem para o Ocioso.com [Mostrar]

Era isso aqui, não era?


De qualquer jeito não tinha mesmo...

até mais ver
mr.poneis

terça-feira, dezembro 28, 2010

O lado feminino

Prezados fãs do Até mais ver, muitos se lembram do clássico "Cavaleiros do Zodíaco" exibido no Brasil pela extinta TV Manchete, pois bem, enquanto navegava nesta noite de terça-feira deparei-me com algo interessante, e se os cavaleiros fossem mulheres? Como gostei do conteúdo resolvi compartilhar a vocês.

Hidra

Cisne

Fênix

Pegasus

Dragão

Andrômeda

Unicórnio
Até mais ver
Paraquedas

PS: Não se exalte Mr.Poneis.

Desculpas por aquela vez...

Bom, para futura referência...
As oito técnicas da escola Ukiha Kamikaze Ryu de kendo:

1 - Hayate
2 - Fubuki
3 - Hayabusa
4 - Arashi
5 - Nagi
6 - Kogarashi
7 - Tatsumaki
8 - Tsumuji

Listar kanjis e traduções depois...

Até mais ver
mr.poneis

Eu não posso te ouvir, eu não posso te ouvir

Eu estou tentando pegar leve nos posts como o Virgulino já aconselhou, mas o mundo não para de me surpreender! Olha só este vídeo que eu encontrei no Blog do Amaro, agora de pouco:



Uma apresentação de powerpoint com 450 slides… o paraquedas ficaria orgulhoso! (Ele ainda é um dos poucos que eu vejo defender o Powerpoint por aí…)

Estou convencido… Certas pessoas nasceram com talento, outras conquistam pelo esforço, eu estou condenado a morrer tentando…

até mais ver
mr.poneis

Ilustrador Legendário

Antes de tudo minhas desculpas para a Dani Miquiluchi do Art Miquiluchi... Eu prometi mostrar um arquivo aqui do blog e fiquei enrolando ela pelo msn quando eu nunca havia feito o bendito do post...

Bom estou tentando corrigir meu erro agora... feita devida ressalva...

Senhoras e senhores, como puderam acompanhar num post anterior, aprendi a incorporar vídeos do Nico Nico Douga em minhas postagens! Baseado nisso vou passar para vocês um de meus vídeos favoritos do site que é um speedrawing produzido pelo artista Amino demonstrando como se usa o Paint Tool SAI, uma ferramenta criada especialmente para se desenhar manga!


Por hora até mais ver (espero que desta vez no ano que vem...)
mr.poneis

Ps.: Se alguém se interessar pelo programa este site aqui tem uma versão em inglês! Systemax Paint Tool SAI

Ps2.: Está é uma versão desenvolvida por fãs freeware Easy Paint Tool SAI

Ps3.: No site do desenhista Alex Leão encontrei o link de um desenho feito no SAI por uma brasileira chamada toweii. Clique para ver o vídeo

Ps4.: Um Link para maiores informações... Sankaku Complex - Illustrator Legends

segunda-feira, dezembro 27, 2010

Ventos de mudança



2011 está chegando...
Estamos em época de fazer novos planos, sacudir a poeira e mudar aquilo que não foi tão bom assim...

Para meu primeiro tema semanal escolhi a música “Wind of change”, composição de Klaus Meine, interpretada por Scorpions e a Orquestra Filarmônica de Berlim.
A música retrata a Europa atingida pela Guerra Fria, o fim da União Soviética, a queda do Muro de Berlim e um povo que ansiava por dias melhores, pelo recomeço, pela liberdade...
O estilo clássico da filarmônica com a irreverência do rock representam, em minha opinião, uma quebra de padrões, uma mistura boa, união, algo inexplicavelmente belo!


É o que desejo pra nós em 2011!
[tema semanal]
Até mais ver


Pati




P.S.1: Eu fiz a tradução então, pode não ser tão boa assim...
P.S.2: Eu acho rock irreverente e música orquestrada tb!
P.S.3: Espero comentários...
P.S.4: A imagem é o Gork Park no inverno

Estréia


O primeiro uso que se faz de uma coisa...
Fato que marca o início de uma série de acontecimentos de uma certa importância...
A primeira vez que um espetáculo vai a público...
A primeira vez que um artista se apresenta...
A primeira obra de um autor...
O primeiro post no Até Mais Ver!!!
Um beijo, um abraço, um queijo....
Até mais ver...


P.S.1: Só pra registrar e anunciar minha estréia no “Até mais ver”.
P.S.2: Proponho uma partida de poker para integração dos membros desta pitagórica.
P.S.3: O Poneis já aceitou.
P.S.4: Se eu sair primeiro,  posso ser o Dealer?

O Panteísmo da Alma/ FullBring

Como eu sou umn sujeito que muda de idéia fácil...

Teste de como carregar vídeos do Nico Nico Douga...



Até mais ver
mr.poneis

Ps.: Eureka! Funciona! Para futura referência: Incorporação de vídeos do Nico Nico Douga:[!]
Dica do Bulknews

O método socrático

Shaa... e mais um ano termina e numa avaliação pragmática posso dizer que acabou bem... eu estou vivo (mas ainda não estou rico...). Não penso em fazer promessas para o novo ano, porque desde sempre nunca fui diligente o bastante para cumpri-las. Mas seria interessante aprender a desenhar! E como!!
Bom, venham vejam e entendam!

Só pro caso da incorporação haver sido desabilitada... (link)
Edit: A Incorporação foi desabilitada...

Pro caso de eu não postar aqui de novo este ano...

Até mais ver
mr.poneis

ps.: Vocês do blog, eu fiz algumas modificações no código da navbar do blogger, se vocês usam o IE estão tendo algum problema? Me informem se possível ...

quarta-feira, dezembro 22, 2010

O modo de vida dos adultos

E pra fechar as postagens de hoje...


Osamu Tezuka Buddah - Akai Sabaku no Utsukushiku

Sai no começo de 2011 e tem tudo pra ser o melhor do ano que vem...

Até mais ver
mr.poneis

ps.: Um pouco mais sobre o manga Osamu Tezuka - Buddah

O anão dentro do frasco

Eu já tinha ouvido falar do Freddy Mercury prateado...  Hoje eu ouvi o Freddy Marcury prateado falar...



Estarrecedor... Acredito que entendi porque o Freddie em Cromartie não fala, mas estou divagando porque o Mercury falava e fora detestar o Japão ele até era normal...

até mais ver
mr.poneis

ps.: Créditos das Imagens: Nonaka Eiji & um cara que eu não consegui entender a assinatura...

E eu tinha uma boa frase para colocar aqui...

Na verdade eu preciso anotar quando eu bolo os títulos dos posts...

O negócio é que alguns dias atrás checando o Nerdologia Alternativa, me deparo com um jogo que embora deveras simples é para lá de viciante...


No momento o site está fora do ar, mas se você ainda quiser dar uma olhada no jogo pode clicar aqui...

O conceito é bem simples apenas clique em qualquer ponto na tela de jogo e receba um som correspondente ao espaço que você clicou, clique em outros pontos e receba sons diferentes. clique em lugares diferentes e faça combinações! É desenhar e compor ao mesmo tempo...

...
Ótimo era para desenhar e eu escrevi...

até mais ver
mr.poneis


domingo, dezembro 19, 2010

Tema Semanal

A volta do Tema Semanal! Eu, como idealizador da ideia, fico empolgado. Continua o básico, pelo menos da minha parte: músicas "diferentes" ou músicas que dizem muito para mim. E desta vez será uma que diz muito para mim. Como faz menos de um mês que assisti o melhor show musical da minha vida, acabo sendo obrigado a colocar uma das músicas lá executadas: Blackbird, dos Beatles, autoria do lendário Paul McCartney.
Eis que, de domingo pra segunda-feira mudei de ideia. Colocarei a excelente música citada acima na próxima oportunidade, pois o melhor do Tema Semanal são as músicas "diferentes", e como posso eu saber da existência desta música e não colocá-la aqui??




Balada para um louco - Moacir Franco (!!!)



Num dia desses, ou, numa noite destas
Você sai pela sua rua, ou pela sua cidade
Ou, sei lá, pela sua vida...
Quando de repente, por detrás de uma árvore
Apareço eu!
Mescla rara de penúltimo mendigo
E primeiro astronauta a por os pés em Vênus
Meia melancia na cabeça,
Uma grossa meia-sola em cada pé
As flores da camisa desenhadas na própria pele
E uma bandeirinha de táxi livre em cada mão!
Você ri? Você ri porque só agora você me viu
Mas eu flerto com os manequins
O semáforo da esquina me abre três luzes celestes
E as rosas da florista estão apaixonadas por mim! Juro!
Vem, vamos passear
E assim dançando, quase amando
Eu te ofereço uma bandeirinha e te digo:


Já sei que já não sou, passei, passou
A lua nos espera nesta rua, é só cantar
E um coro de astronautas, de anjos, e crianças
Bailando ao meu redor
Te chama: Vem voar!
Já sei que já não sou, passei, passou
Eu venho das calçadas que o tempo não guardou
E vendo-te tão triste, pergunto o que te falta:
- Talvez chegar ao sol...
- Pois eu te levarei!
Louco, louco, louco
Foi o que me disseram quando disse que te amei
Mas naveguei nas águas puras dos teus olhos
E com versos tão antigos eu quebrei teu coração
Louco, louco, louco, louco
Como um acróbata demente saltarei
Dentro do abismo do teu beijo até sentir
Que enlouqueci teu coração
E de tão livre, chorarei.


Vem voar comigo, querida minha
Entra na minha ilusão de super spot
Vamos correr pelos telhados como andorinhas no motor
Do Vietnã nos aplaudem
Viva! Viva! Viva os loucos que inventaram o amor!
E um anjo, um soldado e uma criança
Repetem a ciranda que eu já esqueci
Vem, eu te ofereço a multidão
Rostos brilhando, sorrisos brincando
Que sou eu? Sei lá... um tonto... um santo...
Ou um canto a meia voz
Já sei que já não sou
Nem sei quem sou
Abraça essa ternura de louco que há em mim
Derrete com teu beijo a pena de viver
Angústias nunca mais,
Voar, enfim voar!
Ama-me como eu sou, passei, passou
Sepulta seus amores, vamos fugir, buscar
Numa corrida louca
O instante que passou
Em busca do que foi
Voar, enfim, voar!



Até mais ver..

PS: Quanto tempo sem fazer um post? Bom, nem vou procurar saber... Ninguém sabe o esforço hercúleo (sempre quis usar este adjetivo!) que estou fazendo para superar a preguiça e terminar este post...



sábado, dezembro 18, 2010

Ora, mas não se irrite...

Bom para começar os meus posts deste fim de semana, uma notícia que abalou o meu mundinho  feito de pasta de amendoim e geléia recentemente...




...

De fato eu sou um sujeito mais temperamental do que eu acredito que seja... assim que li a notícia no Nerdologia Alternativa, acredito ter feito um comentário deveras inapropriado e ignorante a respeito do quadro geral... e ainda por cima em vão, visto que o meu desgosto não pode realmentre fazer nada contra uma lei... pelo menos eu posso postar a respeito...

Primeiro a questão da censura... Independente do que quer que seja, censura é uma droga... Se é bom, se é ruim, perigoso ou não, eu gostaria de ser idiota o bastante para pensar que o direito de escolha ainda é meu...

O que foi precipitado da minha parte neste comentário, é que o público alvo da censura não era exatamente o meu perfil... mas o de pessoas mais jovens que tem o mesmo acesso a este material e que são mentes ainda em formação. Veja bem, o governo japonês considera os otakus uma doença... eles não podiam se importar menos... é uma questão de salvar a mentes que eles ainda podem...

Como o Deathy do Tsundere explicou, é que não é exatamente uma proibição. Os títulos fazem uso de termos fortes como sensualidade e violência serão restritos a um espaço apropriado, terão seu acesso dificultado e perderam seu status quo como arte e serão simples pornografia... (quanto a parte da violência acredito que o termo mais adequado seja 'material inapropriado').

De fato, o Japão (provavelmente a Ásia como um todo) ignora muitas coisas que o ocidente considera tabu... e o uso "criativo" que eles fazem destes tabus (e de mais qualquer outra coisa que você puder pensar no momento) chega a ser perturbador... Até mesmo eu que tenho sangue japonês, exclamo vez ou outra: "Ainda bem que o Japão é uma ilha!" Para expressar a minha surpresa...

Se eu me dispuser um pouco a conjecturar sobre o assunto, esta característica peculiar mancha a imagem do Japão perante o ocidente conservador e seus ideais de castidade e bom senso. E dentro desta indústria vital que envolve divisão territorial e jogos de poder isso é uma grande desvantagem. Certo, certo, conjecturações demais...

Mas um erro não justifica o outro, censura, repito é uma violência muito grave, contra o que quer que seja, as intenções são boas, mas como diz o ditado, delas o inferno está cheio. Uma lenda a respeito disso tem como base a queima de livros e a proibição que a Igreja fez de tais títulos, porque muitos deles eram nocivos a "formação do católico, temente a Deus", o que gerou o Index Librorium Prohibitorum. Um mito que soa fútil, pois admite a destruição de muitas informações preciosas, enquanto que o mal que devia ser prevenido simplesmente passou por via oral...

É uma comparação drástica, mas expressa como eu me sinto em relação ao assunto. Admito que soa bastante egoísta visto que as boas intenções das quais desdenho, compreendem que o conteúdo de determinados materiais, significam más notícias nas mãos de indivíduos com um menor poder de discernimento.

Como um admirador da filosofia, eu acredito que um direito (senão um dever) básico de todo ser pensante, acessar todo o tipo de material, para criar a sua própria visão de mundo. Experimentar tudo, e saber o que funciona ou não, a respeito de sua realidade pessoal. Eu li yaoi/shonen-ai (perturbador) uma vez, e isso não fez de mim homossexual. Por outro lado yuri/shoujo-ai, é uma das maiores invenções desde o leite com chocolate! E quando se trata de Japão, podem ter certeza que isso é só a ponta do iceberg...

O que me traz ao ás na manga destes que são a favor da censura. A mente humana é algo frágil e delicado, despreparada e suscestível a um conteúdo tão subversivo. Coisas como "animes são violentos", "mangas são perversões" e bla bla bla. Felizmente aqui em casa me dizem para parar com isso porque "animes e mangas são coisa de criança" (Eu levo a vida fácil).

De tempos em tempos surgem relatos de como esta mídia influenciou um crime, ofendeu gravemente algo ou alguém e de como o mundo hoje seria mais belo se a cultura otaku simplesmente não existisse. Queria até justificar tais ocorrências como "casos isolados", mas graças a um certo presidente da república, isso soa como um argumento vão...

Deixando minha frustração de lado, tenho pra mim que isso é simplesmente um bode expiatório. Já foi assim com o RPG, parafraseando miss Agatha Christie, "é fácil matar". Mais fácil ainda é ter algo em que por a culpa. Você, peca e depois implora pelo perdão daqueles que você feriu alegando que a culpa é de nenhum outro senão o diabo, que sem escrúpulos violou o seu livre arbítrio e guiou os seus atos. E não vão faltar aqueles que venham lhe passar a mão na cabeça (eu estou sendo mesquinho, me desculpem)...

Não tenho intenção de ser mau interpretado, perdão é algo que as pessoas deveriam práticar sem moderação. O meu ponto é, se vão perdoar o pecador, bem que podiam dar um desconto pros mangás e pro RPG também. Sabe, armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas.

Para encerrar, fica a questão da pedofilia (lolicon&shotacon), e estupro. Grandes tabus da humanidade, a mera menção é capaz de estragar o dia de muitas pessoas. E claro mangás, animes e games são novamente culpados por explorar o tema abertamente. Algumas peças da cultura ocidental também o fazem, mas tem o refúgio de que o fazem em nome da arte e da cultura. Nunca mero entretenimento. 

O psicológico é algo muito poderoso. As pessoas podem simplesmente ignorar a príncipio, mas por mais que você lava, mas a mancha não se desfaz. Ela dói, incomoda. Você não vai se livrar até que seja completamente aniquilada. Mas as vezes você simplesmente esquece. Mas saber que pessoas podem tirar prazer disso, ou que podem ser levadas ao ato em si por causa disso ainda tira o seu sono...

O ato real com certeza é um ato abominável e deve ser punido com toda a força da lei, mas lembre-se estamos tratando de Ficção. Entendo que seja uma experiência forte porque mexe com os medos profundos mais profundos das pessoas e que se possível elas deixariam enterrado o mais fundo possível. "O medo de um nome, só aumenta o medo da coisa em si" - disse Alvo Dumbledore. Rechaçar o fictício não vai resolver nada...

Vai por mim, eu sou um sujeito que se não fosse por terapia e amigos já teria desistido do mundo 3D (tenho minha sorte de desgostos com esta dimensão). Choro com cenas tocantes e me alegro quando os heróis fazem das suas e os vilões recebem o que lhes é devido. Eu sou o tipo de cara que se deixar realmente mistura os mundos 2d e 3d sem problemas, mas entendo claramente o limite entre seres feitos de carne e de tinta.

E bom, minha raiva passou... acho até que este texto poderia servir de base para um futura inteligentsia do Café Filosófico. Disse tudo o que queria, mas minhas palavras não significam nada.

Até mais ver
mr.poneis

Ps1.: Uma leitura mais racional sobre o assunto:
         O Outro Blog do Amer - Censura nenhuma presta! (aproveite e leia os demais posts)
        
Ps2.: Uma outra adida interessante:
         Avalanchando o Ódio - Taboo: Estupro (Outro blog que vale a sua leitura)

Ps3.: ( A primeira vez que eu li essa expressão foi no antigo Fotolog do Amer, mas não estou certo da precisa origem da expressão)

Ps4.: ( Entendo que o índice proibitivo foi/continua sendo real, mas eu gosto da versão mítica porque nela queimaram os estudos pra tornar barro em ouro...)

Ps5.: ( Os nerds/geeks é que são felizes. Ambos os termos 'nerd', 'geek' e 'otaku' são em seus respectivos países termos que designam os zelo exacerbado que determinadas pessoas por determinados meios. Se tornaram específicos para a cultura de mídia e tecnologia (esfera dos geeks), mas podem designar qualquer tipo de interesse. Um exemplo interessante é o termo alemão workaholic que vem de work (trabalho) e holic (que também determina vício).

Em tempos mais idos eram sinônimo de pessoas com uma mente fechada (para o mundo lá fora) e estereótipos de pessoas fracassadas e sem amigos. Hoje em dia, os Nerds são a própria definição de futuro e os otakus são aquele povo que se estapeia "porque anime x é melhor que anime y", "porque o nome de certo personagem é assim e não assado", "porque só gosto do que é bom e o resto que se exploda". Queria saber o que é que deu errado...)

Ps6.: Eu pretendia postar mais, mas esgotei minhas energias neste post...

Ps7.: Créditos da Imagem: Takadoya on Pixiv

quinta-feira, dezembro 16, 2010

*.wwf

Bom dia/tarde/noite

Tá ai uma que gostei. Na verdade sempre gostei do wwf.

Agora o Panda, numa campanha em prol da preservação das árvores, lança um arquivo no formato wwf, qual você não pode imprimir.

Ótimo para frenar o consumo excessivo e sem necessidade de papeis e seu consequente impacto ambiental.

Quando será que estará disponivel para windows?





Até mais ver

http://vivoverde.com.br/wwf-cria-um-formato-de-arquivo-que-nao-pode-ser-impresso/

terça-feira, dezembro 14, 2010

Será que conseguiremos juntar?

As novas cédulas do real começarão a circular nesta segunda-feira. A princípio entram no mercado as notas de R$ 50 e R$ 100. As demais, até 2012. Todas são feitas na Casa da Moeda, no Rio.

Segundo o BC, as cédulas antigas deixarão de circular dentro de dois a três anos.
O BC fará uma campanha educativa para mostrar à população as características da nova cédula.

As novas notas têm impressão superior e elementos de segurança --como a marca d'água-- foram redesenhados de forma a facilitar a identificação pela população e dificultar a falsificação.

Nas notas de R$ 50 e R$ 100 foi incluída uma faixa holográfica com desenhos personalizados por valor, o que, de acordo com o BC, é um dos mais sofisticados elementos anti-falsificação existentes.

O projeto das novas cédulas vem sendo desenvolvido desde 2003 pelo Banco Central e pela Casa da Moeda do Brasil. As notas atenderão ainda a uma demanda dos deficientes visuais, já que poderão ser identificadas por seus tamanhos diferentes e terão marcas táteis em relevo aprimoradas em relação às já existentes.

A Casa da Moeda modernizou seu parque fabril para poder produzir as novas moedas. Com isso, de acordo com o Banco Central, o órgão tem tecnologia para imprimir hoje qualquer moeda existente no mundo, incluindo o dólar e o euro.



CORES

As novas notas mantiveram as mesmas cores das antigas e os mesmos animais. Os tamanhos serão diferentes, a de R$ 2 é a menor, a de R$ 5 um pouco maior, e assim sucessivamente, a exemplo do euro.

A frente da cédula está visualmente mais limpa, mantida a efígie da República. A cédula ganhou, do lado direito, uma faixa com o valor da nota escrito e, do lado esquerdo, um grafismo com figuras do habitat de cada animal --a nota de R$ 100, por exemplo, que tem uma garoupa no verso, ganhou na frente figuras que remetem ao mar.

No verso, as figuras de animais foram modificadas e estão agora na horizontal. A nota de R$ 50, por exemplo, traz a mesma figura da onça pintada, agora deitada sobre uma pedra.


Até mais ver
Paraquedas

PS: Imaginei que precisaria carregar pastas plásticas...

domingo, dezembro 12, 2010

Só porque eu uso óculos?

Bom, vide lá no post onde eu tentei improvisar uma apresentação dos membros do café filosófico. (Aliás bem pobre por sinal, estabilizo aqui minha amargura por não saber desenhar...). Recebi várias reclamações (De fato todos discordaram) e pedidos de esclarecimento dos membros já que as minhas apresentações não faziam justiça alguma as suas personalidades. Me foi cobrado o que pipocas eu estava pensanmdo quando escrevi aquilo. Bem, já que é sábado talvez convenha fazer um post a respeito.


É uma explicação chata, triste e cheia de drama, mas enfim... Fique a vontade...

O que gerou a confusão toda foi uma trope específica na qual eu me baseei para escrever descrições. Eu já estava fechando o texto e queria algo simples e ao meu ver que o texto caía como uma luva, somei dois e dois. Como acredito que eu fui muito rebuscado e simplista (eu só coloquei um título e nada mais), finalmente mea culpa, mea culpa.

Acho que o que resta, é fazer a coisa toda de novo e ver se eu errei tão feio assim:

Um quinteto (no original FiveManBand)é um grupo de personagens cujos membros se definem em arquétipos nos quais se completam mutuamente. Eles compõe um time muito específico em que todos contribuam para o time do seu próprio jeito. Tradicionalmente o grupo inclui:

The Hero (O Vocalista) - O líder do grupo. Pode ser direto e honesto, audaz e carismático, sério e diligente ou alguma combinação dos três. O site tem uma descrição até mais completa, mas o que basta aqui é que o Virgulino é quem veio com a idéia e sem ele eu talvez não estivesse aqui (Talvez me sobrasse mais tempo para ler mangas) e ele pode negar o quanto quiser mas ele geralmente costuma ter opiniões bem mais racionais que o resto do grupo...

seguinte,

The Lancer (O Guitarrista) - O segundo no comando, frequentemente sua personalidade contrasta com a do herói. Se o herói é direto e honesto, ele vai ser um anti-heroi rabugento. Se o herói é diligente e com alguma possível falha de caráter, o lanceiro é mais tranquilo e centrado. Ou seja como o Virgulino geralmente é o cara responsável, isso faz do Palilo, o cara da ação!

e então temos,

The Smart Guy (Tecladista ou baixista) - Fisicamente mais fraco (no caso só com açucar), mas inteligente e esperto. Costuma carregar as atribuições de alívio comico (o que mais tem senso de humor) e de ladino (trickster?) (O tipo que você nunca pega desprevenido) e contrasta bastante com o the Big Guy. Geralmente é o cara que tem todos os contatos necessários. Mais uma coisa: na primeira descrição ele foi definido como Wise Guy. Falha minha... mesmo depois de D&D tenho dificuldades em discernir sabedoria/conhecimento de inteligência/sagacidade

a seguir

The Big Guy (Baterista) - O cara forte do grupo. Pode ser denso ou mudo. Infelizmente, o Itagiba acabou ficando aqui apenas por eliminação. Bom, ele ainda tem apenas um post então eu não tenho muito material...

vou me arrepender do próximo mas...

The Chick (efeitos sonoros, pandeiros) - A parte mais inofensiva do grupo, o mindinho que fecha a mão, costuma representar a consciência comum do grupo. Nem sempre é a garota do grupo, mas a trope foi nomeada em homenagem as mulheres, então na época eu tentei me esquivar com coisas como the writer e the fool, que embora me soem melhor não são tropes e não constituem o quinteto. Azar o meu. Como prêmio de participação, como quinto elemento eu ainda posso ser apenas só sujeito esquisito...

e agora só falta a Pati aceitar o convite para escrever aqui e se tornar nossa Sexto Ranger...

Espero que estejam satisfeitos...

Até mais ver
mr.poneis

Ps.: 31/54... será que é o bastante?

ps2.: atualmente estou tagueando este post sob os do Café Filosófico, porque a fuzarca se deu lá... mas não vou transformá-lo em Café Filosófico #02, porque 1 - Embora receba comentários este post reminesce a uma mensagem pessoal e 2 - Eu gostei do título atual

ps3.: Por falar nisso o anime Megane Kanojo (Garota de óculos) é muito legal...

ps4.: Imagem não relacionada com o post do artista a-ka. Embota não relacionada (Só achei que o post precisava de um pouco de cor...

ps5.: Outro tópico popular, foi a respeito do meu gosto por nomes... Ora vejamos... Nomes são importantes. Nomes tem poder. Palavras são o único poder sobre os quais seres humanos tem controle (ainda que modesto). Quando você nomeia algo ou alguém  você lhe atribui qualidade, individualidade e mais do que isso a garantia de que ele tenha as mesmas propriedades do original. O Paraquedas que dá nome aos carros dele deve ao menos compreender o conceito... Tenho certeza que escrevi isso própriamente em meus últimos comentários... Agora se a dúvida é porque Tigre sobre qualquer outra forma de vida... acho que é porque os pinguins são criaturas tristes...

sábado, dezembro 11, 2010

De volta a minha vida de fadiga

Agora que eu me dei conta do jeito que fazemos as coisas. Da última vez decidimos que o tema semanal precisava voltar e o Palilo até se voluntariou a fazer o post inaugural e tudo mais, mas hey que não ficou decidido a forma que procederíamos a partir de então... Já que eu não me recordo de ter informado nem o Paraquedas e nem o o Itagiba a respeito, a Pati ainda não confirmou sua filiação (Será que eu mandei o e-mail para conta certa?) e o  Virgulino deve estar tendo outro fim de semana cheio... vamos ver o que eu posso fazer a respeito...


Tema Semanal - Suzumiya Haruhi no Yuutsu Original SounTrack - Kentai Life Returns!

Descrição: Image Song do Kyon
Vocais: Kyon (Dublado por  Tomokazu Sugita )
Coro: Suzumiya Haruhi (Dublada por Hirano Aya)
Letra: Hatake Aki
Musica, Arranjo: Kikutani Tomoki

 ♪

[!? Kono kehai ha...! Odayaka naru ore no nichijou ha, aru attou-teki na
sonzai ni yotte gekihen-shita!!
]
[!? Mas esta presença...! Graças a um certo alguém com uma personalidade opressora, meu pasífico dia-adia foi virado de cabeça para baixo!!]

Yametoke to iu beki ka?
Eu devia dizer a ela para parar?
Douse torou daro
Provavelmente é só uma perda de tempo
Henji nado kiichainee
Ela nem espera eu dar uma resposta
Muda ni hashiru na yo [Korobu zo]
Para de correr para todos os lados [Você vai se machucar]

Sore yori nemutakute...
Olha, eu estou com muito sono...
Hottoite kure [Yuru na! Mada zengon da zo!]
Só vamos deixar isso pra lá [Não durma! Você não fez nem metade!]
Fushi enajii taisetsu ni
Cuide das suas juntas com cuidado
Sugu ni yobidashi sa [Hai, isoge!]
Você vai precisar delas antes do que imagina [Certo, mais rápido!]

Aa nande itsumo kikenchi daikouchou? [Bakuhatsu sunzen]
Por que o meu sensor de perigo esta sempre no limite? [Alerta de explosão]
Aa nigeru mae ni akumu ga yatte kuru
Antes que eu possa fugir meus pesadelos me alcançam

(Hayaku iku wa yo!)
(Vamos de uma vez!)

Nichijou wo kowasu na yo ore ha futsuu ni namakeru [Sou da]
Não f*da com a minha vida! Eu sou do tipo tranquilo [Isso aí!]
Mokuhyou to ka ii kara [Aa] Dou demo ii kara
Quem precisa de objetivos [Aah] Como se eu desse a mínima

(Nani itteru no!)
(Do que é você esta falando!)

Futsuu ha idai da ze mananda jibun homeyou [Yoku dekimashita]
Normal é fantástico, congratule-se por descobrir sozinho [Você fez muito bem]
Makikomareta toki ha sugu ni akiramero [Da to omotta yo]
Sempre que você for arrastado pra dentro de alguma coisa simplesmente desista [Foi o que eu pensei]

Sanzan na me ni aeba
Quando você enfrenta tantas provações
Ikikata kawaru [Iya demo ne]
O seu ponto de vista sobre as coisas muda [Você querendo ou não]
Taifuu no chuushin ha
Sempre é tranquilo
Bukimi ni shizuka da [Hanashi no mae ni nanto yara]
No olho do furacão [O que eles chamam de a calmaria antes da tempestade ou seja lá o que isso for]

Haa kita kore mata [Nn!?] yosou nanameue de [Waruin tane to nido kusarenai*]
Ah, mas isso de novo [!?]  idéias recicladas [Pare de ficar se influenciando por esta internet nociva]
Haa tameiki gurai tsuku kenri ha aru sa
Eu devia ter o direito ao menos a um último suspiro

(Saa hajimeru wa!) [Ready, go!]
(Certo vamos começar!) [Pronto, vai!]

Nannimo okosu na yo Kiteretsu nanka iranai [Hitsuyou nai]
Não saia começado nada agora, não preciso de mais nada bizarro [Isso e desnecessário]
Bouken to ka mushi da na desho desho? Mushi da na
Apenas vou ignorar suas aventuras. Vou te ignorar, tudo bem? 

(I believe you!!)
(Eu acredito em você!!)

Jinjou naru mainichi kichou-sugiru na kono jiki [Taisetsu ni ne]
Estes dias de uma vida ordinária que tanto me fazem falta [E como fazem]
Itsuka ha modoru no ka? Yappa akirameru [Dame da korya]
Será que um dia eu vou poder voltar? Acho melhor desistir [Sem chance]

[Kugugu... Mou gaman-dekin! Warui ga, iwasete morau zo! Mina ga
kyouten-suru you na "dekigoto" nante na, sou kantan ni korogatteru
mono ka! Tonari no shiba ha aoi! Aosugite! Shiawaseppoi to iu mi no
chikara* de genjitsu wo miro! Honki nai kara kiseki! Hito no hanashi
wo kikee!!]
[“Eu não aguento mais! Desculpa mas eu preciso dizer! Todos esses incidentes tão incríveis não crescem em árvores sabe!? A grama do vizinho é sempre mais verde! E isso não significa que exista um passarinho verde! Encare a realidade! Se chamam milagres, por que não acontecem todo dia! Ouça as palavras que estão saindo da minha boca!]

Aa nande itsumo kikenchi daikouchou
Por que o meu sensor de perigo esta sempre no limite?
Aa nigeru mae ni akumu ga yatte kuru
Antes que eu possa fugir meus pesadelos me alcançam
(Butsubutsu iwanai!)
(Para com esse mimimi!)

Nichijou wo kowasu na yo ore ha futsuu ni namakeru [Sou da]
Não f*da com a minha vida! Eu sou do tipo tranquilo [Isso aí!]
Mokuhyou to ka ii kara [mou] dou demo ii kara
Quem precisa de objetivos [Aah] Como se eu desse a mínima

(Yoku nai wa yo, Kyon!)
(Não é assim, Kyon!)
[Urusai!!]
[Calada!!]

Futsuu ha idai da ze mananda jibun homeyou [Yaru jan]
Normal é fantástico, congratule-se por descobrir sozinho [Bom Trabalho!]
Makikomareta toki ha sugu ni akiramero [Ga, ganbatte!!]
Sempre que você for arrastado pra dentro de alguma coisa simplesmente desista [Se-se esforce tá!!]

Itsuka modoru no ka? [A, sousousousou]
Será que uma dia poderei voltar? [Issoissoisso]
Yappa akiramero [Docchi nanda!?]
Acho que vou apenas desistir [Decida-se de uma vez!?]

[Mou, Asahina-san mo nanka itte yatte kudasai! Ore, Nagato mo kiita
baka ni hiitenaide*! Nanika ie tte! Fuu. Koizumi, omae ha ii,
damattero.
]
[Por favor, Asahina-san diga alguma coisa! E, Nagato não fica aí de lado tocando a guitarra! Diga alguma coisa! Hah... Koizumi, você aí, calado.]

[...Nagai na.]
[... Comprida.]

Até mais ver
mr.poneis

Ps.: Agradecimentos, para o J3 do J3theBlog & para o Anime Lyrics

Ps2.: Esa música me é praticamente autodescritiva! Se bem que eu consigo ser bem menos acertivo, mas vá lá! 

Ps3.: Algo que eu pretendo cantar em um karaokê dia desses... espero que tenha válido o improviso... 

Rugby


Sensacional!
Deu até vontade de jogar...

Até mais ver
Paraquedas


PS: Passou.....

sábado, dezembro 04, 2010

Tema Semanal

Senhoras, senhores e coloridos admiradores da família restart.

Muito boa tarde maluquinhos, aparvalhados, taradinhos e apiolhados em geral. Eis que volta ao ar o Tema Semanal Ltda,BEEEM limitado.

E, para retornar com pé direito, eis que iniciamos com um clássico:

Immigrant Song
Led Zeppelin
Composição: Jimmy Page / Robert Plant
Aaaaah
Aaaaah
We come from the land
Of the ice and snow
From the midnight sun
Where the hot springs blow
The hammer of the gods
Will drive our ships to new lands
To fight the horde, singing and crying
Valhalla, I am coming
On we sweep
With threshing oar
Our only goal
Will be the westernshore
Aaaaah
Aaaaah
We come from the land
Of the ice and snow
From the midnight sun
Where the hot springs blow
How soft your fields so green
Can whisper tales of gore
Of how we calmed the tides of war
We are your overlords
On we sweep
With threshing oar
Our only goal
Will be the westernshore
So now you'd better stop
And rebuild all your ruins
For peace and trust can win the day
Despite of all you're losing
Uh, uh, uh
Uh, uh, uh
Uh, uh, uh
Uh, uh, uh

Canção Do Imigrante
Aaaaah
Aaaaah

Nós viemos da terra
Do gelo e da neve
Do sol da meia-noite
Onde as fontes quentes explodem

O martelo dos deuses vai guiar
Nossos barcos para novas terras
Para combater a horda, cantar e chorar
Valhalla, eu estou indo

Avante nós vamos
Com remos surrando
Nosso único objetivo
Será a costa oeste

Aaaaah
Aaaaah

Nós viemos da terra
Do gelo e da neve
Do sol da meia-noite
Onde as fontes quentes explodem

Como são macios e tão verdes seus campos
Podem murmurar contos de matança
De como nós acalmamos as ondas da guerra
Nós somos seus comandantes

Avante nós vamos
Com remos surrando
Nosso único objetivo
Será a costa oeste

Então é melhor você parar
E reconstruir suas ruínas
Por paz e confiança pode-se ganhar o dia
Apesar de todas suas perdas

Uh, uh uh
Uh, uh uh
Uh, uh uh
Uh, uh uh

Créditos à Rádio Matraca http://www.radio.usp.br/programa.php?id=20 , Ao Poneis que colocará essa música e à Pati amor meu grande amor!!


Até mais ver