Até mais ver: Abril 2010

quarta-feira, abril 28, 2010

O verdadeiro jogo de paciência


Mais Jogos de Labirintos no Click Jogos

É considerado o jogo mais difícil do mundo.
Será que temos alguém capaz de ir além?

Objetivo: atingir as áreas verdes sem tocar nas esferas azuis e capturando todas as esferas amarelas.

Até mais ver
Paraquedas

PS: cheguei ao nível 6 com 39 mortes... depois desisti

terça-feira, abril 27, 2010

Fãs incondicionais


Aí está uma das muitas esculturas do Inn ou do Setto feitas por seus fãs.

Até mais ver
Paraquedas

PS: Peço desculpas aos fãs do Até mais ver e aos meus por minha ausência.

PS2: Agradeço a todos pelas mensagens carinhosas.

PS3: Valew Ita e Virgulino, grande ajuda.

sábado, abril 24, 2010

Algumas pessoas acreditam que se alguém descobrir o segredo do universo, ele será destruído e recriado do zero. Algumas pessoas acreditam que isto já conteceu.


Logorama é um curta animado de 17 minutos e dirigido pela H5/ François Alaux, Hervé de Crécy e Ludovic Houplain,e produzido pela Autour de Minuit. O filme mostra os eventos em Los Angeles fictícia, e é dito ter usado mais de 2500  marcas e mascotes contemporâneas e históricas. O filme ganhou o Prix Kodak no festival Cannes de 2009 e o prêmio da Acadêmia por Menor Curta de Animação na sua 82ª premiação.

2500? devo ter reconhecido uma 25 olhando bem...

até mais ver
mr.poneis

ps.: vi lá no CrunchyRoll

ps2.: infelizmente sem legendas... mas não é difícil de acompanhar não.

ps3.: Não entre em pânico

terça-feira, abril 20, 2010

Há coisas que nem mesmo uma espada pode cortar


Isso é o que chamaríamos de um jogo realista?


até mais ver
mr.poneis

ps.: Um viva pra geração 16 bits!

ps2.: Alguém sabe uma boa tradução para 'public space' quando me refiro ao comodo de uma casa?

domingo, abril 11, 2010

Quando for viajar, mesmo que esqueça suas calças não esqueça o UNO.

Da série coisas que eu achei por aí...


"Para ler esse livro"

     Ler pode ser perigoso. É Schopenhauer que nos adverte. "Quando lemos outra pessoa pensa por nós: só repetimos o seu processo mental. Durante a leitura a nossa cabeça é a apenas o campo de batalha de pensamentos alheios. Quando eles, finalmente, se retiram, que resta? Daí se segue que aquele que lê muito e quase o dia inteiro, perde, paulatinamente, a capacidade de pensar por conta própria. Esse é o caso de muitos eruditos: leram até ficar estúpidos". (Artur Schopenhauer, Sobre livros e leitura, p.17). Existe, assim, um tipo de leitura que é danosa a nossa capacidade de pensar.

    Quando é que a leitura contribui para o desenvolvimento da inteligência? Quando aquilo que se lê não é o ponto de chegada, mas o ponto de partida.
  
     Ponto de partida para quê?

    Para o nosso próprio ato de pensar. A gente lê os pensamentos dos outros para pensar pensamentos próprios.

     Pela observação das vacas você deve ter notado que elas ruminam vagarosamente o capim que comeram. Só se pode ruminar com tranquilidade. As vacas não se apressam nunca.O leitor tem de ter para com o livro que está lendo a mesma atitude que as avcas têm para com o capim que estão comendo: ruminação...

     Nada mais contrário à inteligência que a chamada "leitura dinâmica". Ler dinamicamente, rapidamente, é o mesmo que amar dinamicamente, rapidamente. Ler tem de ser um ato de amor.


     Ler só para saber o que o autor esta dizendo produz erudição: o texto no livro é transferido para dentro da cabeça. Isso aumenta os arquivos da memória, mas não desenvolve a inteligência. Há muitos idiotas que tem memória perfeita. Muitos eruditos são capazes de discorrer sobre tudo, mas são incapazes de pensar pensamentos próprios.

     Livro é comida.Ler é igual a comer. Leitura boa é aquela que torna a vida mais interessante. É preciso que o livro lido, comido, ruminado, se transforme em partes de nós mesmos. As palavras tem de ser transformadas em sangue. 

     Os pensamentos desse livro não são seus. Se fossem, a leitura seria desnecessária. Porque ler num livro pensamentos já pensados? Pensamentos de outros — provocações a que você pense seus próprios pensamentos. 

    Há um hábito escolar que detesto por ser tedioso e antieducativo: fazer fichamento de livros. O que é "fichar" um livro? É copiar partes do pensamento do autor a guisa de resumo. Mas o ato de copiar é um ato exterior, mecânico. Ele nada diz sobre os pensamentos daquele que está copiando. Cópias podem ser feitas automaticamente, com o pensamento longe...

     Bom seria se o professpr dissesse aos seus alunos: "Leiam esse livro. Ruminem. Depois de ruminar, escrevam os pensamentos que vocês pensaram, provocados pelos pensamentos do autor". Os pensamentos dos outros não substituem os seus próprios pensamentos pensamentos. Somente os seus pensamentos estão vivos em você. Um livro não é para poupár-lhe o trabalho de pensar, É para provocar o seu pensamento. 

     O livro é uma refeição. Ele serve pratos de culinária da educação. Como eu considero a educação a coisa mais importante que há, desejo que esse livro seja lido "ruminantemente". Se isso acontecer, ao final da leitura talvez você experimente a felicidade de estar pensando pensamentos novos , ainda não escritos , pensamentos seus que, quem sabe, contribuirão para que a educação seja melhor do que tem sido.

Rubem Alves
Escritor bacharel, mestre em Teologia,
doutor em filosofia e psicanalista pela 
Associação Brasileira de psicanálise de São Paulo



Até mais ver
mr.poneis

ps.: Listen to the Stereo tonight tonight tonight...

ps2.: Devido a uma certa sequência de eventos, é provável que eu me afaste do blog nesta próxima temporada...

ps3.:








 

sábado, abril 03, 2010

Idiot Man


E este aqui é um clipe que eu achei nas minhas andanças por aí, deviam sériamente usar esse numa campanha de 'Se beber não dirija'.

Até mais ver
mr.poneis

Todo mundo diz isso

 
E este é outro clássico do Legião Urbana desenhado por TI Dioremus o Peixe Aquático
eu teria postado antes, mas a fadiga me impediu...

Até mais ver
mr.poneis

O amor morde


Se alguém estiver lendo estas linhas, sobrevivi a formatação do meu computador (agora com windows 7)... E terminei de ver as dez temporadas de Friends.Uma das belas memórias de quando costumava ver televisão. O vídeo acima fala por si só (ou cantarola...)

Até mais ver
mr.poneis

ps.: Menções de gratidão ao Nerdologia Alternativa, que me lembrou da série, e ao MWBRA, que tem a série completa...

ps2.: Quanto ao título, é assim que eu deveria traduzir love bites, certo?