Até mais ver: Só porque eu uso óculos?

domingo, dezembro 12, 2010

Só porque eu uso óculos?

Bom, vide lá no post onde eu tentei improvisar uma apresentação dos membros do café filosófico. (Aliás bem pobre por sinal, estabilizo aqui minha amargura por não saber desenhar...). Recebi várias reclamações (De fato todos discordaram) e pedidos de esclarecimento dos membros já que as minhas apresentações não faziam justiça alguma as suas personalidades. Me foi cobrado o que pipocas eu estava pensanmdo quando escrevi aquilo. Bem, já que é sábado talvez convenha fazer um post a respeito.


É uma explicação chata, triste e cheia de drama, mas enfim... Fique a vontade...

O que gerou a confusão toda foi uma trope específica na qual eu me baseei para escrever descrições. Eu já estava fechando o texto e queria algo simples e ao meu ver que o texto caía como uma luva, somei dois e dois. Como acredito que eu fui muito rebuscado e simplista (eu só coloquei um título e nada mais), finalmente mea culpa, mea culpa.

Acho que o que resta, é fazer a coisa toda de novo e ver se eu errei tão feio assim:

Um quinteto (no original FiveManBand)é um grupo de personagens cujos membros se definem em arquétipos nos quais se completam mutuamente. Eles compõe um time muito específico em que todos contribuam para o time do seu próprio jeito. Tradicionalmente o grupo inclui:

The Hero (O Vocalista) - O líder do grupo. Pode ser direto e honesto, audaz e carismático, sério e diligente ou alguma combinação dos três. O site tem uma descrição até mais completa, mas o que basta aqui é que o Virgulino é quem veio com a idéia e sem ele eu talvez não estivesse aqui (Talvez me sobrasse mais tempo para ler mangas) e ele pode negar o quanto quiser mas ele geralmente costuma ter opiniões bem mais racionais que o resto do grupo...

seguinte,

The Lancer (O Guitarrista) - O segundo no comando, frequentemente sua personalidade contrasta com a do herói. Se o herói é direto e honesto, ele vai ser um anti-heroi rabugento. Se o herói é diligente e com alguma possível falha de caráter, o lanceiro é mais tranquilo e centrado. Ou seja como o Virgulino geralmente é o cara responsável, isso faz do Palilo, o cara da ação!

e então temos,

The Smart Guy (Tecladista ou baixista) - Fisicamente mais fraco (no caso só com açucar), mas inteligente e esperto. Costuma carregar as atribuições de alívio comico (o que mais tem senso de humor) e de ladino (trickster?) (O tipo que você nunca pega desprevenido) e contrasta bastante com o the Big Guy. Geralmente é o cara que tem todos os contatos necessários. Mais uma coisa: na primeira descrição ele foi definido como Wise Guy. Falha minha... mesmo depois de D&D tenho dificuldades em discernir sabedoria/conhecimento de inteligência/sagacidade

a seguir

The Big Guy (Baterista) - O cara forte do grupo. Pode ser denso ou mudo. Infelizmente, o Itagiba acabou ficando aqui apenas por eliminação. Bom, ele ainda tem apenas um post então eu não tenho muito material...

vou me arrepender do próximo mas...

The Chick (efeitos sonoros, pandeiros) - A parte mais inofensiva do grupo, o mindinho que fecha a mão, costuma representar a consciência comum do grupo. Nem sempre é a garota do grupo, mas a trope foi nomeada em homenagem as mulheres, então na época eu tentei me esquivar com coisas como the writer e the fool, que embora me soem melhor não são tropes e não constituem o quinteto. Azar o meu. Como prêmio de participação, como quinto elemento eu ainda posso ser apenas só sujeito esquisito...

e agora só falta a Pati aceitar o convite para escrever aqui e se tornar nossa Sexto Ranger...

Espero que estejam satisfeitos...

Até mais ver
mr.poneis

Ps.: 31/54... será que é o bastante?

ps2.: atualmente estou tagueando este post sob os do Café Filosófico, porque a fuzarca se deu lá... mas não vou transformá-lo em Café Filosófico #02, porque 1 - Embora receba comentários este post reminesce a uma mensagem pessoal e 2 - Eu gostei do título atual

ps3.: Por falar nisso o anime Megane Kanojo (Garota de óculos) é muito legal...

ps4.: Imagem não relacionada com o post do artista a-ka. Embota não relacionada (Só achei que o post precisava de um pouco de cor...

ps5.: Outro tópico popular, foi a respeito do meu gosto por nomes... Ora vejamos... Nomes são importantes. Nomes tem poder. Palavras são o único poder sobre os quais seres humanos tem controle (ainda que modesto). Quando você nomeia algo ou alguém  você lhe atribui qualidade, individualidade e mais do que isso a garantia de que ele tenha as mesmas propriedades do original. O Paraquedas que dá nome aos carros dele deve ao menos compreender o conceito... Tenho certeza que escrevi isso própriamente em meus últimos comentários... Agora se a dúvida é porque Tigre sobre qualquer outra forma de vida... acho que é porque os pinguins são criaturas tristes...
  • Facebook
  • Disqus
  • 3Blogger
comments powered by Disqus

3 Verdades

Virgulino disse... [responder]

Os pinguins são criaturas tristes?

Pati disse... [responder]
Este comentário foi removido pelo autor.
mr.Poneis disse... [responder]

É só um sentimento... eu até acho os pinguins aves legais. Até o meu chute favorito em Inazuma Eleven é o 'Gotei Penguin Ni-Go' (Pinguim Imperador Nº2)

Mas a primeira coisa pela qual eles são referenciados é que eles são aves e não voam... até tem mais coisas, mas é muito triste (na verdade só estou trolando)

até mais ver
mr.poneis