Até mais ver: Lembrança (Parte 4)

sábado, dezembro 08, 2007

Lembrança (Parte 4)

Na noite de 8 de Dezembro de 1980, um jovem chamado Mark David Chapman, portando um exemplar do livro "O Apanhador no Campo de Centeio", de J. D. Salinger, e um revólver calibre 38, postou-se a frente do edifício Dakota, em New York. Por volta das 23h, desferiu 5 tiros, dos quais 4 atingiram e causaram a morte de John Winston Ono Lennon. O homem que cantava "imagine todas as pessoas do mundo vivendo a vida em paz" era morto pelas costas por um homem ao qual havia dado um autógrafo horas antes. Infelizmente, parece que boa parte da humanidade não quer dar uma chance à paz.

Give Peace A Chance - John Lennon


Até mais ver..

PS: mr.Poneis, não esqueça que é sua vez de escolher o tema semanal. Recomendo que faça um post explicando a sua escolha, falando sobre o autor da canção e contendo a letra, se a mesma tiver.
  • Facebook
  • Disqus
  • 7Blogger
comments powered by Disqus

7 Verdades

Palilo disse... [responder]

boa escolha de música

Até mais ver
Palilo

Virgulino disse... [responder]

Após quase meia hora de buscas no YouTube, tinha escolhido "Stand By Me", em homenagem à Relação Pitagórica. Mas depois que escrevi o texto vi que encaixaria melhor esta. Mas, pensando bem, seria difícil mesmo eu fazer uma escolha ruim, dada a qualidade das músicas do Lennon, não é?

Até mais ver..

Palilo disse... [responder]

Lembrando que nessa mesma data no ano de 1994, o maestro Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, na convalescia de uma cirurgia de um tumor maligno em sua bexiga, teve uma duas paradas cardíacas, provocada por uma embolia pulmonar, que foi-lhe fatal.

Mais conhecido como Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro. É considerado um dos maiores expoentes da música brasileira e um dos criadores do movimento da Bossa Nova. Tom Jobim é um dos nomes que melhor representa a música brasileira na segunda metade do século XX e é praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical.

Água de Beber
Tom Jobim

Eu quis amar, mas tive medo
E quis salvar meu coração
Mas o amor sabe um segredo
O medo pode matar o seu coração
Água de beber
Água de beber camará
Água de beber
Água de beber camará
Eu nunca fiz coisa tão certa
Entrei pra escola do perdão
A minha casa vive aberta
Abri todas as portas docoração
Água de beber
Água de beber camará
Água de beber
Água de beber camará
Eu sempre tive uma certeza
Que só me deu desilusão
É que o amor é uma tristeza
Muita mágoa demais para um coração
Água de beber
Água de beber camará
Água de beber
Água de beber camará

Luiza
Tom Jobim
Composição: Antônio Carlos Jobim

Rua,
Espada nua
Boia no céu imensa e amarela
Tão redonda a lua
Como flutua
Vem navegando o azul do firmamento
E no silêncio lento
Um trovador, cheio de estrelas
Escuta agora a canção que eu fiz
Pra te esquecer Luiza
Eu sou apenas um pobre amador
Apaixonado
Um aprendiz do teu amor
Acorda amor
Que eu sei que embaixo desta neve mora um coração

Vem cá, Luiza
Me dá tua mão
O teu desejo é sempre o meu desejo
Vem, me exorciza
Dá-me tua boca
E a rosa louca
Vem me dar um beijo
E um raio de sol
Nos teus cabelos
Como um brilhante que partindo a luz
Explode em sete cores
Revelando então os sete mil amores
Que eu guardei somente pra te dar Luiza
Luiza
Luiza

Anos Dourados
Tom Jobim

Parece que dizes,
Te amo, Maria
Na fotografia
Estamos felizes
Te ligo afobada
E deixo confissões no gravador
Vai ser engraçado
Se tens um novo amor.
Me vejo a teu lado
Te amo?
Não lembro
Parece dezembro
De um ano dourado
Parece bolero
Te quero, te quero
Dizer que não quero
Teus beijos nunca mais
Teus beijos nunca mais

Não sei se eu ainda
Te esqueço de fato
No nosso retrato
Pareço tão linda
Te ligo ofegante
E digo confusões no gravador
É desconcertante
Rever o grande amor
Meus olhos molhados
Insanos dezembros
Mas quando eu me lembro
São anos dourados
Ainda te quero
Bolero, nossos versos são banais
Mas como eu espero
Teus beijos nunca mais
Teus beijos nunca mais.


Paratodos
Chico Buarque
Composição: Indisponível

O meu pai era paulista
Meu avô, pernambucano
O meu bisavô, mineiro
Meu tataravô, baiano
Meu maestro soberano
Foi Antonio Brasileiro

Foi Antonio Brasileiro
Quem soprou esta toada
Que cobri de redondilhas
Pra seguir minha jornada
E com a vista enevoada
Ver o inferno e maravilhas

Nessas tortuosas trilhas
A viola me redime
Creia, ilustre cavalheiro
Contra fel, moléstia, crime
Use Dorival Caymmi
Vá de Jackson do Pandeiro

Vi cidades, vi dinheiro
Bandoleiros, vi hospícios
Moças feito passarinho
Avoando de edifícios
Fume Ari, cheire Vinícius
Beba Nelson Cavaquinho

Para um coração mesquinho
Contra a solidão agreste
Luiz Gonzaga é tiro certo
Pixinguinha é inconteste
Tome Noel, Cartola, Orestes
Caetano e João Gilberto

Viva Erasmo, Ben, Roberto
Gil e Hermeto, palmas para
Todos os instrumentistas
Salve Edu, Bituca, Nara
Gal, Bethania, Rita, Clara
Evoé, jovens à vista

O meu pai era paulista
Meu avô, pernambucano
O meu bisavô, mineiro
Meu tataravô, baiano
Vou na estrada há muitos anos
Sou um artista brasileiro


Até mais ver
Palilo

Palilo disse... [responder]

Faz lógica eu dizer:

"Bye, bye bye Johnny
Johnny, bye, bye
Bye, bye Johnny

Strawberry Fields Forever
Strawberry Fields Forever"

Viajei muito na morfina?

Até mais ver

Virgulino disse... [responder]

Realmente não entendi as citações de Legião Urbana e Beatles acima. A propósito, cite suas fontes quando copiar textos.

Até mais ver..

PS: Por que continua no 0,00?

mr.Poneis disse... [responder]

*Quanto ao tema semanal...

O Swf Upload encrencou comigo, e não quer upar Devil in Disguise.

O Pior é que está fazendo todas as demais músicas numa boa!

Bom só pra manter vcs atualizados.

*Quanto ao post sobre o "Quando Nietzsche chorou"

Vai demorar...

Até mais ver
mr.poneis

Virgulino disse... [responder]

Bom, tente com outra música então...

Até mais ver..

PS: Por que a demora com o post sobre o livro?